6 de abril de 2011

Tinta

Tinta fresca.
Raios de sol.
Azul dos olhos.

O branco das nuvens
O cinza das estradas
Gentilezas.
Crueldades.

Na estrada,
Na vida,
Pintando quadros,
Borrando pinturas.

A vida pra mim é
o que ela me convém ser.
Seja um quadro novo,
ou um borrão velho.
A vida pode ser,
sempre, pintada outra vez.


2 comentários:

  1. OMG ....

    Amei, como sempre!!! rsrsrsr

    E quando lançar o livro vou até ai pra tarde de autografos rrsrsrsr

    ResponderExcluir